GESTÃO FINANCEIRA PARA PEQUENOS COMERCIANTES

AULA 01 – CONCEITOS BÁSICOS

Antes de começarmos a falar de financeiro é preciso estabelecer alguns conceitos básicos para que possamos facilitar o entendimento do curso.

Toda empresa, seja ela pequena ou grande, tem apenas duas portas por onde passa o dinheiro;

A porta de entrada e a porta de saída

A porta de entrada representada pelas compras de mercadorias, serviços ou insumos.

A porta de saída representada pelas vendas de produtos ou serviços.

O seu dinheiro circula apenas por estas duas portas, e entre elas acontece o que chamamos de gerenciamento. É aqui que vamos trabalhar, vamos brincar de porteiro, vamos administrar tudo que entra e tudo o que sai da empresa.

O nosso gerenciamento consiste em saber o tempo todo onde está o dinheiro, para isso é preciso entender mais dois conceitos. Faturamento e Recebimento.

FATURAMENTO é quando realizamos uma operação de venda, seja ela de produto ou serviço, o faturamento não representa necessariamente o dinheiro que está entrando na sua empresa, ele aponta apenas o movimento, o dinheiro só vai entrar no momento do RECEBIMENTO, que pode ser através de uma venda à vista ou do recebimento de parcelas referentes a uma venda a prazo realizada anteriormente, então, o faturamento não tem liquidez, não posso pegar e gastar, o recebimento sim, tem liquidez e posso gastar, mas, com controle.

Por último dois conceitos onde muita gente se perde; FORNECEDORES e DESPESAS

A conta de fornecedores representa a obrigação da empresa em pagar as mercadorias compradas para revenda ou para industrialização, já a conta de despesas representa os demais gastos para manter as operações do negócio, é importante saber diferenciar estes dois grupos de contas, porque a falta de controle pode levar ao colapso financeiro da empresa.

Agora que já conhecemos alguns conceitos básicos vamos entender a importância da boa gestão das informações da empresa.

A ferramenta mais importante para analisar o resultado das operações de um negócio se chama DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício). Para elaborar um DRE você não precisa ser contador nem doutor em administração, você precisa de um caderno ou de uma planilha de cálculo, neles você vai anotar todas as ações de venda e compra que aconteceram durante o dia, no final do expediente você pega estes dados que estão no caderno ou na planilha e lança no se ERP, uma ferramenta que vai transformar tudo em informações, daí pra frente, sua vida vai ser mais fácil.

Vamos demonstrar agora na prática como fazer para anotar o movimento de forma simples.

Aqui em nosso exemplo vamos usar o bom e velho caderninho, uma ferramenta que todo comerciante tem guardado em baixo do balcão, este caderno vai servir para fazermos os lançamentos durante o dia, porque é mais rápido e podemos fazer as anotações assim que acabar de atender um cliente, sem precisar ficar ligando e desligando equipamentos, é só abrir e fechar a página.

AULA 02 – LANÇAMENTOS DO DIA

Aqui no primeiro dia tivemos cinco situações diferentes de vendas;

Uma venda à vista, o cliente veio na loja, comprou e pagou com dinheiro, este valor está no caixa disponível para uso quando necessário,  depois uma outra situação comum, uma venda pelas redes sociais onde o cliente faz um pedido pela WEB e o pagamento é feito através de um depósito bancário, este valor também estará disponível na conta do banco, assim que for processado e poderá ser usado quando precisarmos, outra forma de venda pela internet é quando usamos uma plataforma de terceiros onde a cobrança é feita por eles, neste caso a disponibilidade do dinheiro vai acontecer quando for feito o depósito em nossa conta no momento da quitação do boleto, até então não poderemos usar o dinheiro. Outra situação também bastante comum é a venda no balcão com pagamento via boleto bancário, da mesma forma só teremos disponibilidade do dinheiro quando o cliente pagar o boleto, até então o valor ficará na carteira de contas a receber, a quinta situação é a venda com recebimento via cartão, qualquer que seja a forma; débito ou crédito, não teremos a disponibilidade imediata do valor, somente quando a operadora fizer o depósito em conta referente ao valor da venda.

Estas situações mostram a diferença entre faturamento e recebimento, faturamento é tudo que vendemos e recebimentos é só o que temos disponibilidade.

AULA 03 – MAIS TIPOS DE LANÇAMENTOS DO DIA

Vamos agora analisar três diferentes situações de lançamentos que fizemos;

  • Compra de mercadorias à vista, o representante do fornecedor veio até a loja trouxe a mercadoria e pagamos com dinheiro disponível do caixa ou do banco.
  • A segunda situação foi o recebimento de parcelas do contas a receber, não foi uma venda de hoje, foi uma venda passada que disponibilizou o valor apenas hoje.
  • Terceira e última situação foi o recebimento de cartão, também relativo a uma venda passada que está disponibilizando o valor hoje.

Assim finalizamos os lançamentos do movimento no caderno, agora vamos passar estes dados para nossa planilha inteligente que vai montar sozinha o demonstrativo de resultados.

AULA 04 – LANÇAMENTOS NA PLANILHA

AULA 05 –  CONTAS DE DESPESAS

ALUGUEL do prédio onde funciona aloja

BANCÁRIAS, que são as taxas e juros que o banco cobra por seus serviços de movimentação da conta da loja.

COMISSÃO- são as comissões pagas aos vendedores pelas suas vendas do mês.

ENERGIA- É a conta de energia elétrica da loja que pagamos todos os meses.

FOLHA- É o salário do pessoal, aqui incluímos as férias, décimo terceiro e rescisões.

FORNECEDORES – É o pagamento de mercadorias que já foram compradas anteriormente, boletos.

FRETE- É o que pagamos às transportadoras para receber compras ou entregar vendas.

IMPOSTOS- Aqui lançamos todos os tipos de imposto pagos pela empresa.

INSUMOS- São todos os produtos que consumimos para manter a operação da loja.

INVESTIMENTOS- São bens que compramos para uso da loja.

MAT. ESCRITÓRIO- É tudo que usamos no setor administrativo, desde papel, calculadoras, mesas, cadeiras, canetas…

OPERACIONAIS- São despesas pagas para operação do negócio, lanches, refeições, uniformes, epi…

PROLABORE- É o salário do dono da loja, aqui lançamos todas as retiradas feitas pelo proprietário para uso pessoal.

PROPAGANDA- Gastos com divulgação da marca da loja, de produtos, de ofertas e promoções.

TELEFONIA – Aqui estão todas as contas de telefones, fixo ou celular de uso da empresa e também o custo da conexão com internet.

TERCEIROS- São outras empresas que prestam serviços para nossa empresa como, contador, consultor, técnico de sistemas, entregadores…

TRANSPORTE- Aqui colocamos os gastos referentes ao uso de veículos da empresa.

 

AULA 06 – LANÇAMENTOS SEGUNDO DIA

AULA 07 – DRE

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*